Nosso cadáver esquisito musical, o "Delírio Delivery: música estranha e arredores" teve vida curta, mas efetiva. Tele entrega conduzida pelo boy Marco de Menezes, sempre acompanhado da ausência presente do fantasma Fabiano Scholl, repartiu um monte de sons diferentões, acompanhados de deliciosas filosofias de boteco entregues diretamente nos ouvidos pinguínicos da freguesia.